WhatsApp DataCentrics Corporate Cloud Telefone DataCentrics Corporate Cloud
55 51 3021-0300

Conceito e importância da segurança da informação

Conheça os principais atributos sobre a segurança da informação.

Quando falamos em segurança da informação logo pensamos na proteção de determinados dados e na associação desse assunto a ataques hackers e falhas de sistemas, mas esse conceito não se limita apenas a isso e se estende a diversos pontos.

Atualmente, em uma era onde a informação tem uma grande importância em qualquer meio, seja uma pessoa que não queira seus dados pessoais divulgados a empresas privadas ou até mesmo órgãos públicos, a segurança da informação se torna um pilar necessário para qualquer sistema informatizado.

Por ser um fator importante e de grande valor para qualquer empresa, a concepção e noções sobre a segurança da informação acabaram por serem padronizadas pela ABNT, através da norma ISO/IEC 27002:2013 que dita todas diretrizes para práticas e normas de segurança da informação para todas as organizações.

Destaca-se que a segurança da informação tem seus fundamentos importantes que orientam o planejamento, análise e implementação de qualquer sistema sendo esses atributos confiabilidade, integridade e disponibilidade.

Confiabilidade

Refere-se à propriedade da informação, limitando o acesso à informação somente a usuários autorizados pelo proprietário da informação.

Integridade

Garante que a informação manipulada não deve sofrer alteração ou ser excluída, permanecendo assim com as características originais estabelecidas pelo proprietário da informação.

Disponibilidade

Relaciona-se ao acesso à informação, sempre disponível para o uso legítimo a pessoas devidamente autorizadas.

Garantindo esses requisitos, foram desenvolvidos alguns mecanismos de segurança que corretamente configurados acabam auxiliando na proteção de eventuais riscos. É importante ressaltar que há a possibilidade de um “falso positivo”, mas que não deve ser motivo para não os utilizar, já que pode ser resolvido fazendo simples alterações de configuração.

Esses mecanismos de controle de acesso podem ser tanto lógicos quanto físicos e acabam por garantir que as propriedades de segurança sejam mantidas, conforme a necessidade de cada negócio.

Alguns líderes de gestão de riscos acabam por adaptar os seus requisitos de negócios para estarem preparados a lidar com ambientes cada vez mais hostis, utilizando novas tendências tecnológicas e, assim, mantendo os programas cada vez mais eficientes, buscando oportunidades de negócios digitais com a gestão de riscos.

Algumas dessas tecnologias que se destacam são:

Agentes de segurança de acesso à nuvem – auxiliam os profissionais na elaboração de um controle crítico do uso seguro, em equivalência com os serviços em nuvem de seus diversos provedores.

Analytics de comportamento de usuários e da empresa – concede a realização de uma análise de segurança maior, que permite um extensivo monitoramento da segurança.

Microssegmentação e visibilidade do fluxo – Quando os ataques conseguem acessar os sistemas corporativos, eles podem se mover livremente para outros sistemas antes mesmo de serem detectados. Para resolver esse problema, há um requisito novo para a “microssegmentação” do tráfego nas redes corporativas. Além disso, muitas soluções também fornecem visibilidade e monitoramento dos fluxos de comunicação.

Detecção e resposta de endpoints –  O mercado de soluções de detecção e resposta de endpoints está crescendo rapidamente para suprir as necessidades de proteção mais eficazes, detectando e reagindo de forma mais ágil diante de falhas.

Navegador remoto – Grande parte dos ataques se inicia com um malware entregue via e-mail ou pelo acesso a endereços ou sites de risco para os usuários finais. Uma nova abordagem relacionada a esse risco é o acesso remoto ao navegador por meio de um “servidor de navegação”, que funciona localmente ou em Nuvem.

Tecnologia deceptionSão determinadas pelo uso de artifícios ou truques destinados a impedir ou eliminar processos cognitivos do invasor, interrompendo suas ferramentas de automação, atrasar suas atividades ou evitar o progresso da falha.

Por muitas empresas ainda não terem essa base de conhecimento sobre a importância da segurança da informação, acharem muito difícil ou ainda uma perda de tempo, acabam não seguindo essa abordagem e isso acaba se tornando um empecilho no futuro da organização, além de também poder trazer certos prejuízos.

Você faz o uso correto da segurança da informação em sua empresa? Conte pra nós sobre suas experiências. Se quiser receber mais materiais exclusivos sobre cloud computing, não deixe de assinar a nossa newsletter.

VOLTAR